Conecte-se conosco

Amazonas

Amazonas: crise no atendimento derruba direção do Pronto Socorro 28 de Agosto

Na última quarta-feira, Nilce Silva de Medeiros, que acompanhava a mãe, de 87 anos, em tratamento no 28 de Agosto, publicou um vídeo denunciado que o ar-condicionado não estava funcionando há oito dias.

Um dia após a publicação de um vídeo denunciando que os pacientes de praticamente um andar inteiro estavam há dias sem ar-condicionado, o governo do Amazonas informou a exoneração do diretor do Pronto Socorro 28 de Agosto, Eduardo Mesquita, e a nomeação da enfermeira Alessandra Santos para o cargo.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, (Susam) Alessandra dos Santos deixa a direção do Instituto de Saúde da Criança do Amazonas (Icam), que passa a ser dirigido por Ana Cristina Oliveira, então gerente de enfermagem do Icam.

Segundo a Susam, o secretário de Saúde do Estado, Rodrigo Tobias, esteve nesta sexta-feira no 28 de Agosto, com uma equipe de técnicos para verificar as providências para resolver os problemas de estrutura da unidade e acompanhar instalação  de condicionadores de ar portáteis. Os equipamentos foram comprados para atender parte das enfermarias do terceiro andar, enquanto o governo tenta recuperas o sistema central, danificado por uma pane no fornecimento de energia elétrica.

A visita, segundo a Susam, foi acompanhada por equipe da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), que verifiou medidas relacionadas aos protocolos de atendimento.

Na última quarta-feira, Nilce Silva de Medeiros, que acompanhava a mãe, de 87 anos, em tratamento no 28 de Agosto, publicou um vídeo denunciado que o ar-condicionado não estava funcionando há oito dias e que havia uma paciente com doença infecciosa, que deveria estar em isolamento de contato, em um leito bem ao lado de outros, em uma enfermaria.

A denunciante aparece demonstrando sua indignação com a situação precária da unidade e com o sofrimento dos pacientes. “Olá, boa noite, aqui é do 28 de agosto. Meu nome é Nilce, minha mãe está aqui internada, no vascular, tá. As paciente estão todas aqui tudo sem o ar-condicionado, que teve falta de energia aqui e queimou. E essa paciente aqui está no isolamento de contato, porque tá com uma bactéria contagiosa e ela tá aqui no leito, junto com as pessoas que tão aqui, tá”, diz.

Em seguida, ela cobra diretamente do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC): “governador, tu não quer voto, cadê tu?! Meu nome é Nilce. Cadê tu pra resolver isso?! Tu não quer voto? Cadê os teus funcionários pra ajeita isso aqui? Isso aqui é nosso. A gente paga imposto. Todo mundo aqui com ventilador. Isso é uma sacanagem. Quando a gente deixa de pagar imposto, vocês ficam cobrando. Agora é minha vez de cobrar. Eu pago meus impostos.”

O presidente do Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam), Mário Viana, que recebeu o vídeo, disse que a Secretaria de Saúde (Susam) informou que o ar-condicionado só vai voltar a funcionar na segunda-feira. “Essa situação, isso já é crônico.E o que a gente vê na Susam é que a manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos hospitalares e de apoio são extremamente deficientes. Isso não é privilégio desse governo, mas nesse governo a coisa se agravou muito”, disse.

Vídeo: acompanhante de paciente de 87 anos denuncia precariedade no Pronto Socorro 28 de Agosto

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezoito + catorze =