Conecte-se conosco

Amazonas

AM: sem reajuste salariais, servidores do Ipaam prometem parar, diz site

O presidente da dos Servidores do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Arivam Ribeiro Reis, que estão há cinco anos sem o recebimento das data-bases e há dez anos sem as progressões funcionais.

A Associação dos Servidores do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) e o Sindicato dos Trabalhadores dos Setores Públicos Agropecuário, Florestal, Pesqueiro e do Meio Ambiente do Amazonas (Sintraspa) prometem parar o trabalho nesta sexta-feira, 5, a partir das 9h, para promover um ato público e reivindicar a aprovação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) com a reposição salarial das datas-bases de 2015,, 2016, 2017, 2018 e 2019. A informação é do site Amazonas1.

Os funcionários também exigem o cumprimento da progressão funcional; as gratificações de curso de especialização, mestrado e doutorado; plano de saúde ou auxílio saúde; seguro de vida; adicional de periculosidade e adicional de insalubridade; auxílio alimentação reajustado; melhorias no ambiente de trabalho; realização de concurso público; e a construção da nova sede do Ipaam.

O presidente da associação, Arivam Ribeiro Reis, informou ao site que os servidores estão há cinco anos sem o recebimento das data-bases e há dez anos sem as progressões funcionais, previsto na Lei 3.510/2010. “A última data-base que nós recebemos do governo foi em 2014, ou seja, há cinco anos. E nós estamos sem progressão funcional há dez anos. E nesse período de 2014 a 2019, mesmo com crise de governo, de arrecadação, nós mantivemos nosso trabalho e estamos reivindicando nossos direitos”, afirmou.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quatro × 2 =