Conecte-se conosco

Amazonas

AM: pequenos negócios geraram maioria dos empregos em julho

Entre os pequenos negócios, o setor de serviços gerou 459 empregos, seguido pelo comércio, com saldo de 401 vagas.

Os pequenos negócios foram responsáveis por 51,03% dos 2.128 empregos formais gerados no Amazonas em julho. Foram 1.086, segundo informações do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no Estado. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, que mede os empregos com Carteira assinada.

Entre os pequenos negócios, o setor de serviços gerou 459 empregos, seguido pelo comércio, com saldo de 401 vagas. No acumulado de janeiro a julho deste ano, os pequenos negócios geraram um saldo de 6.169 vagas, contra 4.965 no ano passado.

O analista do Sebrae no Amazonas Carlos Fialho informou que nos seis primeiros meses de 2019, os pequenos negócios no Estado geraram 1.204 empregos formais a mais que em 2018.

O mercado de trabalho brasileiro criou 43.820 empregos com carteira assinada em julho, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta sexta-feira, 23, pelo Ministério da Economia.
O saldo de julho decorre de 1,331 milhão de admissões e 1,287 milhão de demissões. O resultado ficou abaixo do registrado em julho de 2018, quando houve abertura líquida de 47.319 vagas, na série sem ajustes.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

13 + treze =