Conecte-se conosco

Amazonas

AM: em 8 meses, Wilson Lima já ganhou três vezes mais com diárias do que o seu antecessor em um ano

A última viagem do governador do Amazonas incluída na lista do Portal da Transparência foi a que fez dos dias 26 a 28 de junho, para “compromissos de interesse do Estado do Amazonas, a Brasília (DF).

Em oito meses, o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC) já ganhou três vezes mais com diárias do que o seu antecessor, Amazonino Mendes (sem partido) em um ano de governo. De acordo com dados desta quinta-feira, do Portal da Transparência do Estado, Lima já recebeu R$ 146.251,44 em diárias, contra R$ 48.548,63 do antecessor, em todo o ano passado. A média mensal de diárias recebidas pelo atual governador é de R$ 9 mil.

Os números não incluem todas as viagens de Wilson Lima para fora do Estado. A última incluída na lista foi a que fez dos dias 26 a 28 de junho, para “compromissos de interesse do Estado do Amazonas, a Brasília (DF). No período, o governador participou, também, da convenção de seu partido, o PSC, do qual é presidente no Amazonas.

O governador já anunciou sua próxima viagem internacional. De acordo com informações divulgadas pela sua assessoria de imprensa, Lima será um dos palestrantes no 5º aniversário da Declaração de Nova York Sobre as Florestas, que acontece no domingo, dia 22 deste mês, nos Estados Unidos. Ele fará uma palestra sobre desenvolvimento sustentável.

 

Escândalo

Em maio, a secretária de Trabalho do Amazonas, Neila Azrak, viajou para a Colômbia com o marido, com todas as despesas pagas pelo contribuinte do Amazonas. Os gastos do casal com com diárias foi de R$ 35 mil. Neila recebeu R$ 11,4 mil em diárias e R$ 7,7 mil para passagens aéreas. O marido, que é investigador da Polícia Civil e foi apenas acompanhar a secretária, recebeu R$ 8,1 mil de diárias e R$ 7,7 mil para as passagens aéreas.

Em maio, Lima determinou medidas para redução de 30% dOs gastos com diárias e passagens a servidores, em relação ao que foi pago em 2018. Deu prazo de 30 dias para que os órgãos do governo apresentassem relação anual dos eventos de viagens programados, com estimativa de quantidades de servidores que deverão participar, o objeto da viagem e o custo com diárias e passagens. De acordo com ele, enquanto não fosse aprovadas as viagens programadas, seriam bloqueados 50% do orçamento inicial para esse fim.

Veja as diárias da Casa Civil no Portal da Transparência.

 

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

8 + 6 =