Conecte-se conosco

Amazonas

Agenda da CPI da Pandemia prevê depoimento de Wilson Lima no dia 29 de junho

Apesar da convocação do governador do Amazonas, há uma possibilidade do não comparecimento dele na Comissão

Na CPI, o ex-ministro Eduardo Pazuello transferiu as responsabilidades da crise do oxigênio para Wilson Lima (à dir)

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, do Senado Federal, prevê para o dia 29 de junho o depoimento do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), conforme calendário divulgado nesta quinta-feira (27). Wilson é visto como um dos depoimentos mais aguardados na CPI sobretudo para explicar a crise de oxigênio hospitalar ocorrida no Amazonas, que culminou em dezenas de mortes de pacientes vítimas de Covid-19.

Entretanto, há uma possibilidade de Wilson Lima e mais os oito governadores que tiveram suas convocações aprovadas na CPI não participarem da sessão, em razão de um precedente dispositivo jurídico que desobriga chefes de Executivo a prestarem esclarecimentos em uma CPI do Congresso Nacional. Isso porque em 2012, o ex-governador de Goiás Marcone Perillo conseguiu autorizou do Supremo Tribunal Federal (STF), em 2012, autorização para não comparecer na CPI de Carlinhos Cachoeira.

Além de Wilson Lima, está previsto o depoimento do secretário estadual de Saúde, Marcellus Campêlo, no dia 15 de junho.

Já entre os governadores, estão previstos os depoimentos de Helder Barbalho (Pará), no dia 30, e de Wellington Dias (Piauí), no dia 1º de julho.

As informações são do Amazonas Atual.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × três =