Conecte-se conosco

18 Horas

Governo do Estado não vai pagar 13º salário neste mês

Despesas cresceram em mais de R$ 521 milhões e arrecadação caiu R$ 153 milhões, segundo o Portal da Transparência.

O Governo do Estado não pagará a primeira parcela do 13º. Salário este mês como prometeu o governador Wilson Lima no dia 14 de junho. A Secretaria de Fazenda (Sefaz) não conseguiu os recursos suficientes para pagar a folha deste mês e mais 50% da parcela do 13º que totalizam R$ 600 milhões – 400 milhões da folha de julho e mais 200 milhões referente aos 50% do 13º. O Governo tinha esperança de obter esses recursos com a antecipação de receita de royalties do petróleo e gás, mas a Sefaz não conseguiu operacionalizar a tempo essa antecipação com os bancos.

O secretário de Fazenda, Alex Del Giglio, informou nessa manhã que a Sefaz provisionou (fez um caixa mês a mês) para pagar o 13º. Salário, mas teve que usar esse caixa para pagar a folha, diante da insuficiência de caixa.

No primeiro semestre deste ano, o Estado teve uma receita global de R$ 8,9 bilhões ( R$ 8.935 milhões), uma queda de 1,70% em relação ao igual período de 2018, quando a receita total foi de R$8,7 bilhões (8.782 milhões). Ou seja, R$ 153 milhões a menos. A arrecadação específica de ICMS foi 3,87% maior nos seis primeiros meses deste ano em comparação com o mesmo período de 2018, mas não o suficiente para compensar a queda da arrecadação global que inclui todos os impostos, taxas e transferência federais.

O Estado está gastando mais do que arrecada. Enquanto a receita global caiu 1,70%, as despesas aumentaram em 6% no semestre fechado em junho. O déficit foi de R$ 444 milhões (Receita de R$ 8,7 bilhões e despesas de R$ 9,2 bilhões em valores empenhados). As despesas nesse período superaram em R$ 521 milhões os gastos do igual período do ano passado. Os dados são do Portal Transparência.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

catorze + 12 =